Nome
E-mail
Home | Notícias
Corrida em Reguengos de Monsaraz

Dia de Sto. António, 13 de Junho de 2015

Praça de Touros José Mestre Batista, em Reguengos de Monsaraz, a minha "ex-líbris" no mundo dos touros. Pois foi ali que tudo começou.

A empresa Verdadeira Festa, na pessoa desses dois enormes Aficionados, Vasco Durão e Rui Gato, teve a coragem de montar um cartel de “No hay tendidos”, em que a cavalo estavam anunciados António Telles, Pablo Hermoso de Mendoza e Miguel Moura.

Nas pegas, os Grupos de Forcados Amadores de Montemor-o-Novo e Monsaraz.

Para lidarem e pagar um curro de seis touros da divisa espanhola de Luis Terron, que se apresentaram com quatro anos, terciados de carnes e pesos compreendidos entre os 530 e os 460 Kg.

Parabéns à Empresa por esta enorme iniciativa, pois bem mereceu a enorme moldura humana, que apesar da instabilidade das condições meteorológicas, quase esgotou esta mítica Praça.

O dia começou, como já vem sendo habito, na casa da Família Godinho, com um belíssimo almoço, na qual tivemos a grata oportunidade de mais um convívio entre todos desta enorme Família, que é o nosso Grupo!

O nosso muito obrigado à Ivone e ao Francisco Godinho, pela maneira como sempre nos recebem.

Quanto à corrida propriamente dita, as expectativas foram um pouco goradas. Isto, quanto a mim, por falta do chamado touro/touro.

A cavalo, os intervenientes estiveram ao seu nível, sem grandes apontamentos de registo, excepção feita à lide do quarto touro por intermédio de António Palha Ribeiro Telles, na qual desenvolveu uma excelente brega, tendo quanto a mim, cravado um ferro curto de eleição, daqueles que fica na retina do aficionado, dada a verdade com que foi executado.

No que toca às pegas, o nosso Grupo, ainda que estando bem, faltou-lhe como já disse, o touro/touro.

Desta situação, saiu prejudicado o João Romão Tavares, que apenas à terceira tentativa conseguiu consumar a pega ao primeiro touro, pois este, bronco e manso, no momento da reunião, a defender-se, não lhe deu grandes hipóteses. De lamentar a falta de sorte com a fractura da tíbia esquerda.

Sendo o João um enorme Forcado, depressa irá recuperar e muito pronto estará, se Deus quiser, fazendo aquilo que mais gosta, pegar touros à Grupo de Montemor, junto desta enorme família, que é o nosso Grupo.

Para o nosso segundo touro, foi destinado o Manel Ramalho, que resolveu e bem à primeira tentativa, numa pega rija e perfeita, citando de largo dando as máximas vantagens.

O Francisco Barreto, com garra, dando também todas as vantagens, mandou vir o touro de longe, concretizando uma bonita e limpa pega à primeira tentativa.

De salientar a grande actuação do Grupo no que toca ás ajudas, pois mostrou-se eficaz e coeso, dando-nos as maiores garantias quanto ao futuro.

Gostaria de destacar o nosso rabejador Francisco Godinho, que nos brindou com três actuações tecnicamente perfeitas e espectaculares, dando-nos a certeza que hoje, é o mais rápido e melhor rabejador que pisa as nossas praças.

O Grupo de Forcados Amadores de Monsaraz, que foi o nosso companheiro de cartel, teve também uma actuação meritória, com uma pega à terceira e duas à primeira tentativa, nas pessoas do seu Cabo Ricardo Cardoso, Armando Martins e Luís Rodrigues respectivamente.

Quero aqui agradecer o simpático brinde que me foi dirigido pelo Armando Martins, o qual muito me sensibilizou, pois foi o seu primeiro touro depois da grave fractura a uma perna. Foi para mim um privilégio. O meu muito obrigado.

Dirigiu a corrida o “nosso” Agostinho Borges, que como de costume, esteve por cima, assessorado pelo Dr. Matias Guilherme.

A corrida foi abrilhantada pela Banda “Harmonia Reguenguense”.

Pelo grupo de Montemor ……

Venha vinho….venha vinho…..venha vinho….. Bota abaixo…..

Joaquim José Calhau Murteira Correia

 

 

Veja algumas reportagens fotográficas da corrida:

 

Taurodromo:

http://www.taurodromo.com/noticia/2015-junho/11083-reportagem-reguengos-de-monsaraz-faenas-tv

 

Florindo Piteira:

http://www.pitonapiton.com/%C3%A9poca-2015/reguengos-13-06-15/

 

 

 

 

 
Voltar
com o apoio de