Nome
E-mail
Home | Notícias
A nossa Festa, a nossa Corrida!

No passado dia 2 de Setembro, na tradicional Corrida de Toiros da Feira da Luz em Montemor, o nosso Grupo e toda a sua “família” marcou presença para celebrar mais um Aniversário desta grande Instituição!

Um Grupo habituado a liderar no número de corridas que faz todos os anos, esta temporada tem tido poucas corridas… Com uma escola de futuros forcados repleta de talentos e ganas de pegar, com esta contingência não tem sido possível dar as oportunidades desejadas por todos. Razão: a existência de um número cada vez maior de grupos de forcados em Portugal (e talvez também algum descuido por parte de “quem manda” na Tauromaquia) …

Neste dia, a empresa “Montemor é Praça Cheia” apresentou um cartel com algumas novidades, entre elas o regresso dos toiros Pinto Barreiros a Montemor e o reaparecimento do cavaleiro Victor Ribeiro (que depois de umas épocas sem tourear voltou às arenas para mostrar a arte que tão bem cria). Com ele partilharam o cartel João Moura Jr. e Francisco Palha, que este ano, pelas suas grandes actuações, tem estado presente em grandes praças, mostrando um toureio que nem todos conseguem.

No habitual almoço em casa do nosso antigo cabo Paulo Vacas de Carvalho, já se sentia um certo nervosismo entre os forcados. Um agradecimento especial a toda a Família “VC” pela sempre tão boa recepção que proporciona, com um alegre e saudável ambiente a todo o Grupo e amigos.

Fardados e prontos para pegar os toiros, o Grupo actual teve ainda o privilégio de ter fardado ao seu lado “lendas” do nosso grupo como o João José Comenda, o Pina e o Pedro Santos. É sempre bom que apareçam pois são momentos em que se pode aprender e conhecer a nossa História!

Para o primeiro toiro abriu praça o Cabo António Vacas de Carvalho, que depois de um brinde à praça citou elegante e calmo deixando o toiro descansar (estavam perto de 40ºC e os toiros sentiram-se com o calor que fazia). Depois de uma reunião mal conseguida à primeira tentativa (sem grande culpa para o forcado), o cabo António citou mais uma vez, reunindo na perfeição e com o grupo a ajudar bem, fechou-se a primeira pega da tarde.

Para o segundo toiro, foi para a cara o forcado Francisco Borges. Depois de um bonito brinde ao seu irmão Pedro, que neste dia terminou a sua vida de forcado dentro de praça. Pedro Borges, um forcado de geração que desde pequeno quis vestir a jaqueta do Grupo de Montemor, mas que por motivos geográficos apenas entrou no grupo mais tarde do que sonhava. Contudo, desde então, a sua dedicação e entrega levaram-no rapidamente para a linha da frente. Mostrou técnica e valentia nas ajudas que deu, e ainda em algumas pegas de caras e cernelha. Um forcado disponível dentro e fora de praça, a quem todos devemos um grande obrigado. A sua última actuação não podia ter corrido melhor, com um toiro que vinha com pata, e o forcado bem fechado. Uma grande ajuda, com pega limpinha à primeira e com volta merecida para os manos Borges.

O terceiro toiro estava destinado para o forcado Manuel Ramalho. Um forcado experiente que dando vantagens ao toiro citou praça a praça. Com o toiro a sair solto, aguentou e fechou-se para de lá não sair mais. Teve ajuda pertinente do forcado Pedro Santos que saltou a trincheira depois do toiro fugir ao grupo, o que levou o público a chamar à volta também o ajuda. Merecida volta para os dois forcados! Nota ao brinde feito nesta pega ao antigo forcado “Manuel dos Pêros” que, apesar de um duro acidente de trabalho e, ainda em recuperação, não deixou de vir ver o seu Grupo a actuar. As melhoras para o Manel e que recupere rápido!

Para a segunda parte da corrida, o cabo António escolheu para o quarto toiro o forcado António Calça e Pina, com um brinde forçado e contrariado ao treinador do Sporting Club de Portugal: José Peseiro. O forcado de Sousel esperava um toiro inquieto, que nem lhe permitia centrar-se. Quando assim o conseguiu e colocou o barrete, o toiro arrancou para uma bonita pega, concretizada à primeira tentativa e o grupo a ajudar bem.

Para o quinto da tarde, foi para a cara o forcado João da Câmara. Citou muito calmo e lentamente o toiro que o fixava, levando deste modo a criar um silêncio em toda a praça que o olhava. Depois de carregar duas vezes, o toiro arrancou sério e com velocidade para uma belíssima pega dos Amadores de Montemor! Uma nota para a primeira ajuda de António Cortes Pena Monteiro que mereceu a volta com o forcado da cara.

Francisco Barreto foi o escolhido para pegar o último da tarde. Citando um bravo e bonito toiro Pinto Barreiros não conseguiu reunir devido a uma investida alta e inesperada do oponente. Rapidamente se levantou e com a mesma elegância, o Grupo a dar vantagens como se tratasse da primeira tentativa, efectuou uma dura pega, em que todo o grupo ajudou muito bem, com perspicaz intervenção do jovem forcado Manuel Campilho. Volta para o cavaleiro e para o forcado, com forte aplauso ao ganadeiro pela bravura do seu toiro.

A próxima corrida está agenda para dia 20 de Setembro no Campo Pequeno, na despedida ao toureiro Juan José Padila. O Grupo de Montemor reparte cartel a pegar com o “rival” Grupo de Forcados Amadores de Santarém. 

Esperamos por todos!

Pelo Grupo de Montemor ... Venha Vinho!

Montemor-o-Novo, 2 de Setembro de 2018

Manuel Ponce Dentinho

A corrida em fotografias (gentilmente cedidas por Maria João Mil-Homens):

Voltar
com o apoio de